Anotação de Aula

Sócrates (Pai da Filosofia – Relação mais antropológica, deixando mais de lado o entendimento da natureza para um enfoque maior no conhecimento do homem).
Democracia Ateniense : Homens maiores de 18 anos filhos de atenienses. / Isogoria: liberdade de expressar as suas opiniões / Retórica: Artes de persuadir.
Os Sofitas: Protágoras : \”O homem é a medida de todas as coisas\” / Górgias: \”Nada exista que não possa ser conhecido\”.
Sócrates: Busca pela verdade. ironia: Arte de pergunta e interrogar. Maiêutica: Chegar a a verdade pelo nascimento das ideias através das perguntas.
Acusação e o morte: negar os Deuses e corromper os jovens (justificativa dada pelos atenienses para predê-lo, visto que o mesmo estava incentivando os jovens a pensar e logo questionariam o sistema político local). Sócrates então foi preso e se envenenou na prisão.
Platão: Ensinamento Socrático. (TEORIA DAS IDEIAS: Existia um mundo das ideias que continha: Perfeição, imutabilidade, ideias, conceitos, razão, episteme (teoria), e o mundo sensível: onde existia: percepções, mutações, cópias imperfeitas, doxa (opinião). (\”Lembrar de Beoncé no Céu e Beonceca na Terra).
MITO DA CAVERNA: Segundo Platão, o mito se refere a homens que viviam acorrentados numa caverna sempre de costas para a sua entrada, e acreditavam nas sombras que eram projetadas da área externa para as paredes, até que um dia um desses homens se soltou e ao sair percebeu uma outra realidade e a luz. Ao contar para os seus companheiros ele foi morto, pois eles tomavam como verdade absoluta de realidade apenas o que viam com as sombras. Foi feita a comparação com a realidade sobre o mito, as cavernas seriam as polis contaminadas pela ilusão, e o papel da filosofia é levar a luz, a verdade, mas nem todos estão preparados para serem tirados do conforto dos seus hábitos e certezas. (Obs: opção de uso para redação).

Deixe um comentário